Pela importância que tem para a divulgação das ideias que também norteiam este blogue, fazemos aqui cópia directa de parte de uma notícia que foi publicada em espiritismocultura.com

Achamos interessante (e raro…) que, depois de realizarem uma edição impressa, os autores desta tradução – José da Costa Brites e Maria da Conceição Brites, a quem manifestamos a sincera admiração – decidiram também colocar o seu imenso trabalho à disposição livre de todos os interessados que pesquisam na Internet.
Sugerimos pois a todos os leitores de língua portuguesa que DIVULGUEM ESTE FACTO. Vale bem a pena.

Em edição aberta e livre para todo o mundo de língua portuguesa...
.
TERCEIRA EDIÇÃO REVISTA

FICHEIRO PDF PROVISÓRIO DA OBRA COMPLETA, DISPONÍVEL AO FUNDO DESTA NOTÍCIA

 

 

Esta é a nova edição da nossa tradução de “O Livro dos Espíritos” directamente do francês para português de Portugal, com duas notas de apresentação de grandes amigos nossos e distintos espíritas, JOÃO XAVIER DE ALMEIDA e JOÃO DONHA, ambos notáveis conhecedores da nobre lingua portuguesa, um portugês, outro brasileiro.

A nossa tradução tem o intuito de ajudar a criar uma nova geração de leitores de “O Livro dos Espíritos”, sobretudo junto de pessoas não espíritas , mas que também poderá, com proveito, ser lido por pessoas já conhecedoras do tema.

Inclui um prefácio dos tradutores, dirigido a essas pessoas e um nutrido grupo de Notas finais acerca das diferenças de cultura, de sensibilidade e de terminologias entre o que era antes e o que é hoje, relativamente ao tempo em que a obra foi organizada por ALLAN KARDEC, em meados do século XIX.

O trabalho geral de revisão do livro traduzido foram movidos pelos seguintes propósitos:

Primeiro
Aproximação mais acentuada do francês praticado pelo autor da obra ao português falado nos nossos dias, com critérios de ordem gramatical e lexical coerentes com o espírito da cultura respectiva.

Segundo
Sendo “O Livro dos Espíritos” a obra basilar da cultura espírita, o leitor terá um acesso mais fácil e penetrará mais fundo na restante obra de Allan Kardec.

Terceiro
A vontade de abertura sinalizada no prefácio de autores e o franco desejo de debate de ideias sugerido nas Notas finais do Livro sugerem o recentramento da obra de Allan Kardec no estudo fundamental da cultura espírita.

CLICAR NA IMAGEM PARA TER ACESSO AO FICHEIRO PDF

 

 

.

Anúncios